Novas gerações enxergam o sistema das criptomoedas mais confiável que instituições tradicionais.

/, Notícias/Novas gerações enxergam o sistema das criptomoedas mais confiável que instituições tradicionais.

Novas gerações enxergam o sistema das criptomoedas mais confiável que instituições tradicionais.

O surgimento do bitcoin após a crise de 2008 mudou a forma como muitas pessoas veem o dinheiro e as instituições financeiras. Nos EUA, por exemplo, as gerações mais novas chamadas de geração Y (nascidas entre os anos 80 e 90) tem se preocupado em obter criptomoedas por precaução, por não acreditarem no funcionamento de instituições tradicionais.

 

O relatório Millennials with Money, da Edelman descobriu que 25% dessa geração de americanos, com idade entre 24 e 38 anos, com renda até US$ 100.000, ou possuindo US$ 50.000 em ativos de investimento, estão utilizando criptomoedas com alguma finalidade. Além disso, outros 31% estão interessados em usar criptomoedas.

 

O relatório também considerou que a geração Y tem grande descontentamento com as instituições financeiras tradicionais e consideram muitas vezes que este sistema serve apenas para favorecer grandes empresários e uma parcela muito seletiva da população com alto poder aquisitivo as custas dos demais cidadãos.

 

Outra questão levantada foi à confiabilidade, essa geração não confia no sistema financeiro atual e sente insegurança na hora de investir ou poupar dinheiro, desta forma vê nas criptomoedas uma forma de solucionar essas dores, podendo ter controle total do seu capital, negociando sem intermediários e tendo sua privacidade de dados preservada.

 

Obviamente há um caminho longo a ser percorrido. Nestes últimos 10 anos desde a criação do bitcoin, o advento das criptomoedas mudou o cenário financeiro atual e veio transformar a forma como as pessoas veem o dinheiro.

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa

2018-11-14T15:30:08+00:0014 novembro, 2018|