No Canadá Comissão de Valores Mobiliários tem interesse em apoiar criptomoedas e ICO

/, Notícias/No Canadá Comissão de Valores Mobiliários tem interesse em apoiar criptomoedas e ICO

No Canadá Comissão de Valores Mobiliários tem interesse em apoiar criptomoedas e ICO

A Comissão de Valores Mobiliários do Ontário (OSC) no Canadá  declarou recentemente que se interessa em apoiar as criptomoedas e a oferta inicial de moedas (ICO sigla para Initial Coin Offering).

Além do seu serviço para ajudar as empresas a cumprir as leis de valores mobiliários, estabeleceu uma equipe dedicada para responder rapidamente a essa demanda.

Após a confirmação desse suporte em um tweet na semana passada a comissão ressalta que as ofertas em criptomoedas tem o potencial de transformar como os serviços financeiros são oferecidos aos cidadãos canadenses.

Essa iniciativa de oferta de criptomoedas incluindo ICOs, bem como fundos de investimento baseados em moedas criptográficas pode oferecer novas oportunidades para que empresas levantem capital e que investidores tenham acesso a uma gama mais ampla de investimentos.

A OSC já possui uma equipe dedicada chamada Launchpad, com a missão de “fornecer suporte direto a startups fintech elegíveis na orientação aos requisitos regulamentares”. O OSC Launchpad é o primeiro de seu tipo por um regulador de valores mobiliários no Canadá.

Além disso, o regulador ofereceu “sentar-se com qualquer empresa que tenha dúvidas sobre essa área e regularmente prover informação para a comunidade fintech em tópicos como ofertas iniciais de criptomoedas”.

A OSC sustentou que sua abordagem regulatória para o mundo criptográfico é consistente com a dos reguladores de outros países, como ASIC, SEC, FCA e MAS. “Precisamos estar preparados para esta nova classe de ativos e maneira de fazer negócios. Ao mesmo tempo, devemos equilibrar a demanda por novas formas de levantar capital e investir com a necessidade de proteger os investidores de atividades de alto risco ou fraudulentas”, escreveu a Comissão.

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa

2018-04-06T12:37:55+00:0016 outubro, 2017|