De acordo com dados coletados pela Deloitte, foram criados mais de 26 mil projetos relacionados à Blockchain no repositório de código GitHub em 2016.

O novo relatório foi intitulado “Evolution of Blockchain Technology: Insights from the GitHub Platform” e publicado ontem 08/11/2017 –  a empresa de serviços profissionais extraiu informações da plataforma de desenvolvimento, que coloca  o código a disposição de mais de 86.000 iniciativas de cadeias de blocos, incluindo grandes projetos como o Bitcoin.

Em conjunto, o estudo apresenta o curso de desenvolvimento da tecnologia através de várias implementações (começando pelo Bitcoin) fazendo um retorno à 2009.

O relatório da Deloitte indica que em 2016, foi implementado o maior volume de novos projetos de cadeias de blocos (tanto por organizações como por usuários individuais) até o momento. Em comparação, menos de 15.000 foram criados em 2015. Os dados para 2017 incluem apenas os primeiros seis meses do ano, mas quase 25.000 projetos GitHub foram criados durante esse período.

O relatório, também incluiu dados nos principais repositórios de Blockchain no GitHub. Destes, o Bitcoin foi a maior atividade com 627 contribuintes totais e quase 12.000 seguidores. O Go-ethereum (ou Geth), o cliente de software mantido pela Fundação Ethereum sem fins lucrativos, atraiu 149 colaboradores até o momento com 5.603 seguidores.

O relatório, também oferece informações geográficas sobre o ritmo do desenvolvimento do Blockchain até agora, observando que São Francisco desempenha o maior número de usuários no repositório de código GitHub com 1.279 usuários e 101 organizações. Londres marcou o segundo maior com 919 projetos no total, seguido por Nova York com 774.

“Também vale a pena notar o alto nível de atividade na China, especificamente, Xangai e Pequim. Em ambas as cidades, a maioria dos projetos refere-se à criptografia e intercâmbio de criptomoedas, com ênfase na escalabilidade”, diz o relatório.

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa