Corda Enterprise é a mais nova plataforma comercial blockchain para negócios

/, Notícias/Corda Enterprise é a mais nova plataforma comercial blockchain para negócios

Corda Enterprise é a mais nova plataforma comercial blockchain para negócios

O software relacionado como a “versão comercial do Corda”, é uma plataforma blockchain de código aberto, em que suas transações de trade finance podem ser concluídas de maneiras instantâneas. Um grande avanço para o mercado financeiro.

 

Porém há uma grande quantidade de funcionalidades relacionadas ao comércio disponíveis na Corda Enterprise, incluindo GuildOne, um aplicativo que permite a conclusão de contratos de royalties no setor de petróleo, e a Tradewind Markets, que digitaliza o comércio de metais preciosos.

 

As empresas de tecnologia financeira Finastra e TradeIX também têm aplicações disponíveis na nova plataforma Corda Enterprise, em maio deste ano o HSBC e o ING usaram o Corda para processar os documentos com a finalidade de transportar soja da Argentina para a Malásia. Esta foi à primeira transação de financiamento comercial onde os bancos usaram a tecnologia de contabilidade distribuída (DLT), contudo neste caso, a transação foi desenvolvida fora do consórcio R3.

 

Ao contrário do código aberto Corda, a plataforma desenvolvida pelo R3 usa um firewall, que melhora a segurança dos dados, permitindo que as empresas se comuniquem com segurança com outros nós em qualquer outro lugar do mundo, habilitando redes corporativas Peer-to-Peer mais seguras.

 

Para isso, a plataforma conta com o Blockchain Application Firewall, que permite a operação segura de nós Corda dentro do firewall corporativo e também fornece um nível adicional de segurança para um o sistema blockchain da empresa, validando a identidade dos pares de conexão antes que qualquer mensagem chegue ao nó.

 

O software está disponível em uma base licenciada. As empresas podem criar seus próprios aplicativos na plataforma ou usar os já lançados, o uso da contabilidade distributiva (DLT) vem aumentando consideravelmente nas empresas e apesar de contar com a tecnologia blockchain para suas transações ela não consiste em uma rede de nós.

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa

2018-08-16T11:13:43+00:0016 agosto, 2018|