Estima-se atualmente que há uma grande concentração de Bitcoins em um pequeno grupo de endereços. Segundo o banco suíço Credit Suisse apenas 1% dos endereços relacionados à criptomoeda tem um volume alto em Bitcoins, desta forma acreditasse que muitos investidores, sobretudo os mais ricos usam o Bitcoin como uma reserva de valor.

Segundo o banco quantidades significativas de Bitcoin e outras criptomoedas vem sendo mantidas como bens preciosos interferindo assim em todo processo de fluxo e disponibilidade das moedas digitais.

A tecnologia que possibilita o acesso a estas informações é a blockchain, uma rede aberta e pública que permite a visualização e a análise por parte dos usuários das carteiras e transações relacionadas à criptomoeda. Isso é possível quando se tem o Hash das transações ou da carteira.

Com isso queremos ressaltar a importância da transparência e da segurança por trás de todas as transações na rede do Bitcoin, permitindo que os usuários tenham clareza de como ela funciona e se sintam seguros na compra e venda da criptomoeda.

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa