A capitalização do mercado de criptomoedas atual é maior do que US$ 370 bilhões, sendo o Bitcoin responsável por 58% do total seguido do Ethereum com 11%.

Todo o crescimento explosivo do ativo digital vem acompanhado de críticas constantes de muitos estudiosos financeiros, que acreditam que o preço Bitcoin está passando por uma bolha especulativa.

No entanto, mesmo com o status de “bolha” não há como negar que o Bitcoin cresce constantemente e sua porcentagem no mercado de criptomoedas já equivale a US$ 216 bilhões.

Esse aumento extraordinário significa que a capitalização do mercado, agora excede a produção anual de economias inteiras como a da Nova Zelândea, por exemplo, que está avaliada em US$ 185 bilhões, de acordo com dados do Banco Mundial, cerca de US$ 5 bilhões abaixo do Bitcoin e também um valor estimado a riqueza dos principais bilionários do mundo.

A lista de empresas que o Bitcoin está superando no limite de mercado só aumenta, algumas delas são PepsiCo, MasterCard, Coca-Cola, e uma das maiores empresas do mundo o McDonald’s Corp  que possui uma capitalização de mercado no valor de 134 bilhões de dólares.

Os dois bancos mais influentes do mundo também estão com limites de mercado abaixo do Bitcoin, o Goldman Sachs Group Inc. com US$ 97 bilhões e o UBS Group AG, que tem sede em Zurique, com cerca de US$ 67 bilhões.

 

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa