Será que o jogo virou? As tendências de busca por criptomoedas são atualmente maiores do que a procura por ouro.

Segundo o Bloomberg, a pesquisa do termo “comprar Bitcoin” é agora mais freqüente do que “comprar ouro”, acredita-se que isto tenha ocorrido após uma onça de ouro custar menos que um Bitcoin pela primeira vez neste ano.

Algumas pesquisas apontam mudanças no mercado de ações norte americano.  A queda do ouro e um certo “barulho” no mercado do Bitcoin e outras criptomoedas, favoreceu a troca do metal pela criptomoeda no quesito investimento.

Empresas que negociam ouro apontam diminuição de 30% na negociação mensal em outubro,  comparado com a média anual.

Enquanto isso, a indústria de metais preciosos está recebendo inovações que se utilizam da tecnologia Blockchain.

A Royal Mint do Reino Unido informou no fim de semana como havia testado com sucesso um sistema de rastreamento de ouro usando o Blockchain, com 50 mil blocos já verificados antes mesmo do lançamento público.

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa