Esta semana o preço Bitcoin disparou atingindo o valor de 10mil dólares, definindo os preços no mercado internacional, ultrapassou 1milhão de ienes no Japão que atualmente hospeda mais de 60% do volume global de negociações, alcançando o marco de sete dígitos nos mercados japonês.

Sete horas após a quebra do Bitcoin acima de um milhão de Ienes, os mercados de Bitcoins sul-coreanos atingiram 10.000.000 KRW pela primeira vez. Atualmente, os mercados coreanos representam 10% do volume de negócios em 24 horas, o terceiro maior mercado de Bitcoins atrás dos Estados Unidos.

O Bitcoin chega a quase 15mil dólares em mercados nacionais australianos, canadenses e singapurenses.

Atualmente, o comércio canadense representa 0,2% do volume de negócios em 24 horas, que compreende o nono maior mercado nacional. O preço no Canadá do Bitcoin chegou a 10mil dólares pela primeira vez às 2 da manhã em 17 de novembro, e atualmente é comercializado por pouco mais de 13mil dólares.

Singapura hospeda o sétimo maior mercado nacional de Bitcoins, equivalente a 0,34% do comércio total. O preço do Bitcoin quebrou acima de 10mil dólares pela primeira vez às 11 horas em 15 de novembro e agora é negociado a pouco mais de 14 mil dólares.

Na Austrália também não foi diferente, após a quebra o Bitcoin ultrapassou 10mil dólares australianos pela primeira vez no dia 16 de novembro, às 16 horas. O comércio de Bitcoins na Austrália compreende o quinto maior mercado nacional com cerca de 0,45% do comércio de Bitcoin em 24 horas. O preço atual do Bitcoin na Austrália é de pouco mais de 14mil dólares.

E no Brasil?

Após a valorização de quase 1000% e a chegada do Bitcoin aos 10mil dólares, nesta última quarta-feira (29/11/2017) no Brasil, a criptomoeda chegou a atingir o valor de aproximadamente 45mil reais em exchanges nacionais.

Embora alguns especialistas acreditem que o Bitcoin é uma bolha, entusiastas e investidores da criptomoeda afirmar que o valor ainda não chegou nem a 20% do estimado para os próximos 5 anos.

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa