O Banco Central Chinês desenvolveu um sistema blockchain para diminuir o uso de cheques no país, o objetivo do projeto é reduzir fraudes e despesas com a impressão.

Os desenvolvedores do sistema enfatizaram que o algoritmo de consenso da tecnologia atende aos requisitos e necessidades dos serviços financeiros. O sistema de faturamento digital permite transações menores, cerca de 3 segundos garantindo que sejam concluídas de formas mais rápida sem a possibilidade de fraudes.

Apesar da postura rígida e proibição do comércio de criptomoedas no país, o Governo Chinês adotou a tecnologia blockchain, enfatizando a sua importância. Em parceria com a Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) a China adotou no ano de 2017 muitas patentes relacionadas à tecnologia blockchain.

O presidente Chinês Xi Jinping vem declarando seu apoio ao desenvolvimento de projetos blockchain na China, segundo ele a tecnologia faz parte de uma “nova era” tecnológica.

 

Escrito por: Amanda de Melo Barbosa